14 de Outubro de 2019 | 15:07
noticiasdiariodoms@gmail.com
-->

Warning: getimagesize(/home/diaridoms/public_html/fotos/noticias/9416_0.jpg) [function.getimagesize]: failed to open stream: No such file or directory in /home/diariodoms/public_html/inc.exibe.php on line 49
Rural
Noticia de: 09 de Julho de 2019 - 08:23
Fonte A - A+

Em parceria com o Governo do Estado, Prefeitura fará inauguração da Sala Lilas em Sidrolândia

Ato está previsto para o dia 7 de Agosto, como parte da programação da Campanha “Agosto Lilás” em Sidrolândia

O município de Sidrolândia deve ser o primeiro no interior de Mato Grosso do Sul a colocar em funcionamento a Sala Lilás, dentro da Delegacia de Polícia Civil. A obra é realizada por meio de parceria entre o Governo do Estado e a Prefeitura, para oferecer um espaço adequado ao acolhimento às vítimas de violência. No espaço, além da delegada Thaís Duarte, também será designada uma psicóloga e uma brinquedoteca.

Os gestores da Administração Municipal, prefeito Dr. Marcelo Ascoli, primeira-dama Ana Lídia Ascoli, secretário de Governo Clayton Lopes Ortega, coordenadora de Políticas Públicas para as Mulheres Natália Souza, e a psicóloga da Coordenadoria Drª Aletânia Ramires Gomes, visitaram a Delegacia de Polícia Civil onde foram recepcionados pelos delegados Diego Dantas e Thaís Duarte, para acompanharem juntos o estágio da obra.

A previsão é de que o espaço esteja pronto até o início de agosto, para ser inaugurado no dia 7, como ato de abertura da Campanha “Agosto Lilás” de combate à violência contra a mulher, em Sidrolândia.

Estamos muito felizes, estamos presenciando na delegacia a obra já adiantada, muito bonito, a Prefeitura está colaborando com a Segurança Pública do nosso município, e em especial a segurança e a melhoria das questões em relação à segurança para as mulheres, a estrutura está ficando maravilhosa, estão de parabéns todos os envolvidos – afirmou o Dr. Marcelo Ascoli, prefeito.

De acordo com a delegada Thaís, a sala vai propiciar acolhimento adequado à vítima de violência doméstica. – A vítima não vai ficar na sala de espera junto com outras pessoas que vieram registrar outros tipos de crime – disse, ao salientar que a Sala Lilás ainda terá uma psicóloga para o atendimento especializado às vítimas.

Porque muitas vezes a questão não é resolvida só prendendo o autor, essa vítima precisa de um auxilio, de um profissional especializado que vá conseguir dar a ela uma orientação que muitas vezes uma delegada não consegue dar, realmente a vítima precisa desse apoio psicológico, então a Sala Lilás em para isso, para trazer um maior acolhimento e um maior conforto – assegurou a delegada.

Para a primeira-dama Ana Lídia, é motivo de satisfação perceber o bom andamento da reforma na Polícia Civil da cidade para a efetivação da Sala Lilás. – Ficamos muito felizes de ver que realmente o que nós tratamos e combinamos alguns dias atrás está acontecendo, a Prefeitura vai cumprir com o que combinou e a Sala Lilás será entregue, se Deus quiser, e toda a delegacia pintada, toda ela reformada até o dia 7 de agosto – anunciou. 

Segundo o delegado Diego Dantas, a visita da equipe da Prefeitura mostra a preocupação que o poder público está tendo também no atendimento às mulheres vítima de violência doméstica. – Isso é muito importante, esse apoio que a Polícia Civil está tendo do Poder Público Municipal e também do Estado e com certeza quem vai ganhar mais com essa obra é a população de Sidrolândia. Temos uma delegada aqui especializada no atendimento para a mulher, Drª. Thais, que vai tocar esse projeto da Sala Lilás e a vítima vai se sentir mais acolhida, e também a nossa intenção é que mulheres que sejam vítimas, se vejam mais estimuladas, se sintam mais seguras em procurar a Polícia Civil para poder denunciar os seus agressores, então com certeza é um projeto pioneiro no estado – ressaltou o Dr. Diego.

A coordenadora de Políticas Públicas para a Mulher em Sidrolândia, Nathália Souza, conta que com essa sala as mulheres poderão ficar mais à vontade. – É um acolhimento da mulher na verdade, o que aqui não tinha, como Sidrolândia não tem DEAM, é uma delegacia comum, as mulheres as vezes não querem aparecer, então é um atendimento especializado para essas mulheres que querem denunciar a violência doméstica, elas vão ter aqui o acolhimento com a psicóloga, as mulheres que tem filhos, tem a brinquedoteca para as crianças ficarem, então é uma sala de acolhimento e de conversa, para a mulher se empoderar e denunciar o agressor – esclareceu a coordenadora.

Ao justificar a finalidade da visita, o secretário Clayton Ortega, enfatizou a importância da Prefeitura estar acompanhando a execução dos trabalhos. – Para proporcionar um atendimento de maior qualidade a todas aquelas mulheres que forem vítimas de agressões, sejam elas verbal, físicas, emocionais e entre outras, que procuram a delegacia para fazer a sua queixa, então está sendo preparado todo o ambiente – disse Ortega, ao emendar que a obra é feita por meio de parceria, onde a Prefeitura de Sidrolândia injeta recursos próprios e disponibiliza a mão de obra pela Equipe de Manutenção, e o Governo do Estado disponibilizou parte da verba empregada na ação.

Cb image default


Assessoria de Comunicação

social aqui