25 de Agosto de 2019 | 04:11
noticiasdiariodoms@gmail.com
-->

Warning: getimagesize(/home/diaridoms/public_html/fotos/noticias/8667_0.jpg) [function.getimagesize]: failed to open stream: No such file or directory in /home/diariodoms/public_html/inc.exibe.php on line 49
Policial
Noticia de: 11 de Março de 2019 - 15:41
Fonte A - A+

Família procura motociclista que fugiu após atropelar idosa na calçada

Vítima de 65 anos está internada na Santa Casa após sofrer acidente enquanto ia para igreja no sábado (9).

Familiares de Marina Correa, 65, tentam identificar e localizar o motociclista que atropelou violentamente a idosa na calçada da avenida Júlio de Castilho no último fim de semana em Campo Grande.

Imagens gravadas por câmeras de segurança de uma farmácia estão sendo usadas para tentar descobrir a identidade do homem apontado por omissão de socorro. Marina está internada na Santa Casa desde sábado (9), data em que foi vítima do acidente enquanto ia para a igreja.

Nas imagens é possível perceber que a idosa foi atingida de surpresa pelo motociclista em alta velocidade. Com o impacto, a vítima foi arremessada com o rosto rumo ao chão. O motociclista também cai com a moto e rola algumas vezes. Conforme relatou um neto dela de 27 anos, que preferiu não se indentificar, o homem fugiu minutos depois de carona em um carro de passeio. 

“Após o acidente os bombeiros chegaram para socorrê-la. Enquanto isso, dois amigos dele tentam levar a moto embora, mas o rapaz da farmácia impede e os bombeiros retiram a chave da moto. No alvoroço, ele sai de fininho, abandona a moto e vai embora de carona em um Voyage”, contou o neto após ter ouvido testemunhas.

O motociclista ainda não foi identificado pela polícia, mas a família teve acesso às imagens em detalhes e já tem uma suspeita de qual seja a identidade dele. O filho da idosa, o militar Vander Correa, 36, disse que a família só soube do ocorrido quatro horas depois do acidente.

Por isso, segundo ele, a família pretende registrar o boletim de ocorrência por lesão corporal no trânsito e omissão de socorro na tarde desta segunda-feira (11). "Nós estamos indignados com o que aconteceu e até agora esse homem está desaparecido", afirmou. 

Idosa foi internada na Santa Casa com ferimentos na face e um corte profundo na panturrilha, diz neto (Foto: Arquivo Pessoal)Idosa foi internada na Santa Casa com ferimentos na face e um corte profundo na panturrilha, diz neto (Foto: Arquivo Pessoal)

Apesar da gravidade do acidente, a família diz que a idosa não sofreu nenhuma fratura. “Minha avó está com o rosto muito inchado por causa das lesões e também sofreu um corte profundo na panturrilha. Ela está aguardando vaga na Santa Casa pra fazer uma cirurgia pra fechar esse corte perna”, afirmou.

Ainda segundo o neto, a Polícia Militar de Trânsito verificou a documentação da moto que estaria com irregularidades.

Além disso, o veículo que já foi vendido duas vezes estaria em nome de uma outra pessoa, segundo ele. “O que mais me chocou é que em momento algum ele foi ver como a minha avó estava. A única preocupação dele era como ia fazer para tirar a moto. Agora a gente espera que ele seja preso e que a justiça seja feita. Além do dano físico ainda tem o psicológico. O que ela vai pensar quando cair em si de que estava indo para a igreja, fazendo o bem e daí vem e acontece isso?”, questionou.


campograndenews 

social aqui