20 de Maio de 2019 | 14:15
redacao@diariodoms.com
-->
Policial
Noticia de: 14 de Fevereiro de 2019 - 13:28
Fonte A - A+

Homem roubou corpo de mulher morta a facadas do cemitério em MS porque ‘era obcecado por ela’

Até o momento ninguém foi preso e nem o corpo encontrado

Dois homens entre 50 e 60 anos foram identificados por terem desenterrado e levado o corpo de Rosilei Potronieli, de 37 anos, do cemitério de Dois Irmãos de Buriti. O motivo, segundo a Policia Civil, é um deles ser obcecado pela vítima.

Conforme informações da delegada titular, da Delegacia de Dois Irmãos do Buriti, Nelly Gomes dos Santos Macedo, a autoria já foi definida, mas até o momento ninguém foi preso e nem o corpo encontrado.

Ainda conforme informações da delegada, os autores não chegaram a ir ao enterro da vítima que foi esfaqueada por Adailto Couto, de 38 anos, na cidade de Terenos e morreu na Santa Casa de Campo Grande.

“Não podemos passar a motivação exata do crime, mas um deles era obcecado pela vítima, e ficou sabendo que ela seria enterrada no cemitério da cidade”, diz. A delegada explica ainda que aguarda contato do advogado dos autores e que a maior preocupação no momento é encontrar o corpo de Rosilei.

A pena para o crime de vilipêndio de cadáver é de 3 anos de prisão.

Crime

Rosilei Potronieli, 37 anos, morreu após ser esfaqueada em um bar que fica na região central de Terenos. Ela chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital.

A vítima estava no bar bebendo, por volta das 21h15, quando foi ao caixa para acertar a conta e foi chamada para conversar por um homem em um Fiat Uno azul.

Atingida na barriga e nas nádegas, a mulher foi socorrida pelo Samu e levada para o Hospital. Como o estado de saúde da vítima se agravou, ela acabou sendo transferida para a Santa Casa em Campo Grande e morreu na madrugada de domingo (10).

Adailto Couto, de 38 anos, se entregou nesta quarta-feira (13) à Polícia Civil de Terenos, a 28 quilômetros de Campo Grande, e confessou ter matado Rosilei Potronieli, de 37 anos, com facadas.

Menos de 24 horas depois de ser sepultado, o corpo de Rosilei Potronieli, de 37 anos, foi desenterrado e levado do cemitério de Dois Irmãos do Buriti. O coveiro acionou equipe da polícia depois de passar pelo local e ver o túmulo revirado. A perícia foi até o local para fazer a exumação do caixão e constatou que o corpo de Rosilei já não estava mais lá.


midiamax

social aqui