16 de Fevereiro de 2019 | 14:07
redacao@diariodoms.com
-->

Warning: getimagesize(/home/diaridoms/public_html/fotos/noticias/8585_0.jpg) [function.getimagesize]: failed to open stream: No such file or directory in /home/diariodoms/public_html/inc.exibe.php on line 49
Política
Noticia de: 23 de Janeiro de 2019 - 07:29
Fonte A - A+

Vereador de Campo Grande é suspeito de estuprar adolescente de 13 anos; parlamentar nega

Eduardo Romero enviou nota dizendo que a acusação é falsa. Audiências do caso começam em fevereiro.

O vereador Eduardo Romero (Rede) é suspeito de estuprar um adolescente de 13 anos. A denúncia, registrada em boletim de ocorrência, é de novembro de 2017, e foi investigada pela Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA).

A suposta vítima acompanhava um parente que fazia uma reforma na casa do vereador e relatou à polícia ter sido abusada no local. O parlamentar negou as acusações por meio de nota.

As investigações corriam em segredo de justiça, porém, informações se tornaram públicas nesta terça-feira (22). O caso será encaminhado para o Ministério Público Estadual (MPE).

Em fevereiro, serão realizadas as primeiras audiências. Na nota enviada pelo vereador, ele afirma que a acusação é falsa, e questiona o vazamento de informações que estavam em sigilo. A defesa de Romero não se pronunciou. 

Nota do vereador

Quanto a acusação que está circulando nas redes sociais e imprensa, esclareço:

Trata-se de uma acusação totalmente falsa e indevida. Estar na política te transforma em inimigo de muita gente, e não medem esforços para prejudicar e tirar de cena.

A justiça está fazendo seu trabalho e em breve teremos as respostas. Confio na Justiça e em Deus, e tenho a consciência tranquila.

Mas deixo o questionamento: como um processo sigiloso torna-se público gerando prejuízos incalculáveis, antes mesmo da decisão da própria Justiça? Absurdo.


g1ms

social aqui