23 de Julho de 2018 | 14:27
redacao@diariodoms.com
-->

Warning: getimagesize(/home/diaridoms/public_html/fotos/noticias/7893_0.jpg) [function.getimagesize]: failed to open stream: No such file or directory in /home/diariodoms/public_html/inc.exibe.php on line 49
Economia
Noticia de: 22 de Maio de 2018 - 11:49
Fonte A - A+

Protesto de caminhoneiros contra preço do diesel tem bloqueios em 8 cidades de MS

Ao todo, já são 8 trechos bloqueados por manifestantes

Os caminhoneiros continuam os protestos em Mato Grosso do Sul contra os aumentos do preço do diesel. Já são oito pontos de bloqueios em oito cidades diferentes. O motorista que precisar viajar precisa ficar atento e evitar os trechos de rodovias federais que cruzam Campo Grande, Maracaju, Rio Brilhante, Eldorado, Paranaíba, Naviraí, Bandeirantes e Caarapó.

Na segunda-feira (21), a categoria interditou sete pontos das rodovias federais e as manifestações continuam nesta terça-feira (22).

Um grupo de caminhoneiros que se manifestava na BR-163, km 478, Posto Caravaggio, se reúne nesta terça no mesmo local desde as 8h. Este ponto da rodovia já está bloqueado e os caminhoneiros prometem um bloqueio na BR-262, na entrada de Campo Grande.

Segundo Valdecir Bezerra Campos, de 44 anos, um dos caminhoneiros envolvidos no protesto, a manifestação foi organizada entre colegas e não há o envolvimento de sindicatos. “Tentamos falar com o sindicato e não conseguimos, somos um movimento independente, só de caminhoneiros autônomos, empresas e transportadoras”, afirma.

Já segundo o integrante do Sindicam-MS (Sindicato dos Caminhoneiros de Mato Grosso do Sul), Roberto Sinai, os caminhoneiros já começaram a se organizar a partir das 6h e haverá bloqueio em diversas cidades: Campo Grande, Sidrolândia, Maracaju, Dourados, Rio Brilhante, Mundo Novo, Bataguassu, Três Lagoas, Naviraí, Paranaíba, Coxim, Sonora e Bandeirantes.

Sinai afirma que os motivos para a manifestação são os preços do pedágio, aumentos abusivos dos combustíveis. “Agora estão cobrando 50% de impostos em cima do diesel. Nós vamos ficar parados até o governo resolver a situação, esse governo não tem crédito com a categoria”, afirma.

O caminhoneiro Valdecir conta que o novo aumento no preço dos combustíveis impulsionou as manifestações e mais trabalhadores devem se envolver. “Hoje já aumentou 0,97% no diesel e 0,9% na gasolina. Quando mais aumenta, mais motivados nós vamos ficar, não vamos parar até ter uma resposta do Governo Federal”, diz.

Confira os pontos que já estão bloqueados nas rodovias federais nesta terça-feira, segundo a PRF (Polícia Rodoviária Federal):

Maracaju: BR-267, km 364.

Campo Grande: BR-163, km 477.

Rio Brilhante: BR-163, km 324.

Eldorado: BR-163, km 39.

Paranaíba: BR-158, km 96.

Naviraí: BR-163, km 117.

Bandeirantes: BR-163, km 548.

Em Caarapó: BR-163, km 206.


campograndenews 

social aqui