16 de Outubro de 2018 | 06:35
redacao@diariodoms.com
-->
Policial
Noticia de: 17 de Maio de 2018 - 17:56
Fonte A - A+

Preso em operação contra a pedofilia é ouvido e deixa a delegacia acompanhado de advogado

Horas depois de ser preso durante Operação Luz da Infância, de combate a pedofilia, um dos suspeitos, de 32 anos, foi ouvido e liberado pela polícia. O rapaz, detido no Bairro Chácara Cachoeira, em Campo Grande, deixou a sede da Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) acompanhado de um advogado. Dos seis presos, ele é o único deixar a delegacia.

Na saída, o advogado não quis falar com a imprensa nem informou se a saída foi condicionada ao pagamento de fiança. “Qualquer declaração vamos dar diretamente para o juiz”, disse.

No total, seis pessoas foram presas por suspeita de envolvimento em crime de pedofilia. Dois policiais civis estariam entre os investigados.

Entre as prisões feitas na Capital está a de um engenheiro de 27 anos, no bairro Coophavila. Com ele, os policiais encontraram vários materiais, que foram acondicionados em caixas. Ainda não se sabe quais materiais foram apreendidos na residência do engenheiro. Outro foi preso no Jardim Columbia.
Em Dourados, foi preso um homem identificado como ‘Tony’. Os computadores contendo materiais pornográficos localizados em sua casa foram apreendidos.

De acordo com a delegada Marília de Brito da Depca (Delegacia de Proteção à Infância e Adolescente), durante as buscas, permitidas com os mandados de busca e apreensão, se for confirmada a posse de material ilegal, os suspeitos serão presos em flagrante. “Com a apreensão dos materiais serão lavrados os autos de prisão em flagrante dos investigados”, disse a delegada.

midiamax

social aqui