20 de Julho de 2018 | 07:37
redacao@diariodoms.com
-->
Saúde
Noticia de: 27 de Janeiro de 2018 - 19:04
Fonte A - A+

Secretaria de Saúde esclareceu sobre vacina contra a febre amarela

Sidrolândia possui doses e MS tem população imunizada

Os casos de febre amarela inclusive com a confirmação de mortes, que ocorrem nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, causaram preocupação entre moradores de alguns municípios de Mato Grosso do Sul após a descoberta de corpos de macacos mortos nas áreas rurais de Maracaju, Coxim e Três Lagoas.

Pelas redes sociais algumas postagens traziam certa preocupação de internautas sobre a possibilidade das mortes dos primatas terem sido causadas pela febre amarela.

As amostras foram enviadas ao IAL (Instituto Adolfo Lutz) em São Paulo (SP) e os exames laboratoriais devem ficar prontos no prazo entre 30 e 60 dias. Somente após este procedimento é que se conhecerá a causa do óbito dos macacos.

Esclarecimentos da Secretaria Municipal de Saúde de Sidrolândia

Para esclarecer a população sidrolandense, o Jornal Ronda da Cidade da Rádio Pindorama Jota FM 100,7 Mhz entrevistou na segunda-feira (22) o secretário Municipal de Saúde, Nélio Saraiva Paim Filho “Nelinho” e a coordenadora de Atenção Básica da Pasta, Tatiane Nantes.

O secretário explicou que Mato Grosso do Sul não tem casos da doença. – Nós temos vacina suficiente (na cidade), no Estado não há surto, a gente tranquiliza a população. Não estamos em campanha, só o calendário vacinal normal que sempre acontece em qualquer lugar então estamos revisando as carteiras (de vacinação). Quem tem dúvida se tomou a vacina procure uma Unidade de Saúde para que nossos profissionais verifiquem se o cidadão precisa tomar ou não – esclareceu Nelinho.

No Estado, a vacina não é fracionada. Quem já foi imunizado alguma vez está protegido para a vida toda, segundo o Ministério da Saúde. A OMS (Organização Mundial de Saúde) recomenda apenas uma dose da vacina.

Perguntada sobre a preparação das equipes pelos postos para esclarecer os munícipes sobre a febre amarela, Tatiane Nantes foi enfática: - Toda as nossas equipes nas unidades de Saúde estão preparadas sim. Temos as salas de imunização (vacinas) em todas elas. Também estão orientados para responder a todo tipo de pergunta que possa vir da população com relação a essa vacina e sobre a febre amarela. A vacina contra a doença já vem no calendário de rotina mesmo. Então toda a população do nosso Estado deve estar imunizada contra a febre amarela. Se estiver no cartão de vacina do cidadão a anotação de que já tomou a dose a partir dos 9 meses de idade aqui no Mato Grosso do Sul ele não precisa se preocupar porque já está imunizado – informou a coordenadora.

O secretário Nelinho na entrevista também orientou a população principalmente da área rural de Sidrolândia, se encontrar um macaco morto.

- Deve procurar a Secretaria de Saúde o Controle de Vetores ou Vigilância Sanitária. Estaremos indo até o local. Oriento que a pessoa não manipule esse animal morto porque não sabe realmente o que aconteceu. Faremos a coleta para encaminhar a exames para verificar a causa da morte – concluiu.

Nota da Secretaria de Estado de Saúde

No Estado do Mato Grosso do Sul, a vacina contra a FEBRE AMARELA faz parte do calendário vacinal e é disponibilizada na rotina dos serviços de saúde.

TODA a população deve receber pelo menos 1 (uma) dose da vacina, a partir dos 9 meses de idade.

Quem já é vacinado com 1 dose da vacina contra a Febre Amarela e possui o comprovante, NÃO precisa fazer dose de reforço, mesmo que vá sair do Estado ou do País. Se foi vacinado e perdeu o comprovante de vacinação, deve procurar uma Unidade de Saúde para verificação e regularização da situação vacinal.

No caso dos brasileiros viajantes que farão viagens INTERNACIONAIS, é necessário providenciar o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP), documento que é emitido pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), visto que em alguns países só é autorizada a entrada de brasileiros, mediante a apresentação deste documento. Para a emissão do CIVP, o viajante deve portar o Cartão de Vacinação contendo o registro de aplicação da vacina da Febre Amarela.

Abaixo segue a lista dos postos de atendimento da ANVISA no MS:

● Aeroporto de Campo Grande

Atendimento: segunda a sexta (dias úteis), 7h às 10:30h e das 13h às 15h. Telefone: (67) 3368-6027 / 3368-6030. Endereço: Aeroporto Internacional de Campo Grande - Av. Duque de Caxias, s/n° - Cerradinho - CEP: 79101901 - Campo Grande – MS

● Aeroporto de Ponta Porã

Atendimento: segunda a sexta, 7h às 11h e 13h às 17h. Telefone: (67) 3431-6464. Endereço: Av. Brasil, 550 - Bairro da Granja - CEP: 79.900-000 - Ponta Porã – MS

● Fronteira de Corumbá

Atendimento: segunda a sexta, 14h às 17h. Telefone: (67) 3231-8666 /3231-3331. Endereço: Rua Colombo, 723 - Centro - Corumbá – MS.


social aqui