20 de Julho de 2018 | 09:25
redacao@diariodoms.com
-->

Warning: getimagesize(/home/diaridoms/public_html/fotos/noticias/7587_0.jpg) [function.getimagesize]: failed to open stream: No such file or directory in /home/diariodoms/public_html/inc.exibe.php on line 49
Economia
Noticia de: 21 de Janeiro de 2018 - 22:00
Fonte A - A+

Com gasolina a 4,69, tanque cheio tem o mesmo valor de 12 Kg de carne

Os dois produtos estão entre os que mais pesam no orçamento das famílias

Com mais três moedinhas de 10 centavos, a gasolina já chega praticamente a R$ 5,0 em Mato Grosso do Sul. O combustível já é vendido pelo preço máximo de R$ 4,697, conforme levantamento feito na semana passada pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis). O peso no orçamento das famílias é tão alto que o custo para encher um tanque daria para comprar quase 12 quilos de carne, considerando o valor médio do alimento.

Conforme a ANP, o litro da gasolina é vendido por até R$ 4,697 em Mato Grosso do Sul. Esse preço máximo foi verificado em Três Lagoas. O valor é 12,96% maior que o teto de igual período de 2017, que foi de R$ 4,158, também em Três Lagoas.

Essa alta é cinco vezes maior que a inflação acumulada no ano passado, que foi de 2,6%, de acordo com o IPC/CG (Índice de Preço ao Consumidor de Campo Grande), calculado pelo Nepes (Núcleo de Estudos e Pesquisas Econômicas e Sociais) da Uniderp.

Um dos freios da inflação foram os alimentos, que tem contabilizado aumentos modestos e mesmo quedas. Entre as deflações, uma das acentuadas e mais impactantes no orçamento das famílias é o da carne bovina.

Gasolina e carne – Na cesta básica, apurada pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), o preço médio do quilo da carne bovina em Campo Grande é de R$ 19,70 (valor de dezembro, último dado). Isso representa queda de 6,41% na comparação com valor médio do mesmo período do ano anterior, quando o alimento custava, em média, R$ 21,05.

Combustíveis e carne estão entre os itens que mais pesam no cálculo da inflação, devido ao consumo e aos valores proporcionalmente elevados na comparação com outros produtos e serviços.

Com trajetórias de preços opostas, a gasolina supera a carne na alta do comprometimento do orçamento das famílias. Para se ter ideia, pelo maior preço (R$ 4,697) da gasolina, abastecer um tanque de 50 litros custa R$ 234,85.

Com esse dinheiro, o consumidor pode levar para casa 11,92 quilos de carne pelo preço médio do alimento. Há 12 meses, o tanque cheio, pelo valor máximo da gasolina, saía por R$ 207,9. Não dava para comprar dez quilos de carne – o valor corresponde a 9,8 quilos do produto.

Em termos absolutos, o gasto aumentou em R$ 26,95 entre o tanque cheio atual e o de um ano atrás. Ou seja, daria para comprar um quilo a mais de carne e ainda sobrariam R$ 7,25.


campograndenews 

social aqui