18 de Outubro de 2018 | 11:34
redacao@diariodoms.com
-->

Warning: getimagesize(/home/diaridoms/public_html/fotos/noticias/7586_0.jpg) [function.getimagesize]: failed to open stream: No such file or directory in /home/diariodoms/public_html/inc.exibe.php on line 49
Saúde
Noticia de: 21 de Janeiro de 2018 - 21:58
Fonte A - A+

Moradores acham macaco morto em fazenda e temem febre amarela

Secretaria de Saúde Municipal de Maracaju e a Vigilância Sanitária foram avisadas sobre a situação

Um macaco foi encontrado morto em um fazenda de Maracaju - a 160 quilômetros de Campo Grande - neste sábado (20). Com medo do animal estar infectado pelo vírus da febre amarela, o proprietário da área acionou o Corpo de Bombeiros e a Vigilância Sanitária.

De acordo com o site Maracaju Speed, o animal foi encontrado em uma área de pastagem da fazenda - localizada às margens da BR-267, a 50 quilômetros da cidade - próximo a uma vegetação de mata nativa. Os moradores da propriedade estranharam a situação e preocupados, acionaram o Corpo de Bombeiros.

Os militares orientaram os moradores e acionaram a Secretaria de Saúde Municipal de Maracaju e a Vigilância Sanitária. Segundo o site local, os dois órgãos se comprometeram a recolher o corpo do animal e enviá-lo a análise, para investigar se há presença do vírus da febre amarela.

Situação em MS - Conforme divulgado pelo Governo do Estado, nenhum caso de febre amarela foi confirmado em Mato Grosso do Sul. Por isso, não há motivo para pânico segundo a SES (Secretaria Estadual de Saúde).

No ano passado, seis macacos foram encontrados mortos no Estado, mas os resultados foram negativos para a doença. Os primatas foram encontrados em Corumbá (2), Dourados (1), Ladário (1) e Campo Grande (2). Não é o animal que provoca a doença, mas o mosquito que transmite o vírus para os bichos e humanos. As mortes de macacos podem apenas funcionar como indicativo da circulação do agente causador.

O último caso de febre amarela em humanos registrado em Mato Grosso do Sul foi em 2015, de um viajante que contraiu a doença em outro estado. Ainda assim, a SES disponibilizou 80 mil doses da vacina contra febre amarela e orienta a todos e principalmente quem pretende viajar para estados com casos da doença, como por exemplo, São Paulo, que tomem a dose.


campograndenews 

social aqui