24 de Abril de 2018 | 07:20
redacao@diariodoms.com
-->

Warning: getimagesize(/home/diaridoms/public_html/fotos/noticias/7361_0.jpg) [function.getimagesize]: failed to open stream: No such file or directory in /home/diariodoms/public_html/inc.exibe.php on line 49
Noticias
Noticia de: 24 de Novembro de 2017 - 23:57
Fonte A - A+

OAB-MS faz homenagem a bacharel morta no trânsito da Capital

Dia 2 de novembro. A data marcou definitivamente a vida dos familiares de Carolina Albuquerque Machado, vítima de um acidente de carro em Campo Grande. Ela receberia a carteira da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso do Sul (OAB-MS), neste fim de ano.

Os familiares receberam homenagem da OAB/MS nesta manhã durante Conselho Seccional. O pai do filho de Carolina, o Advogado Douglas Barros teceu algumas palavras. “Nós todos sabemos a dificuldade que é fazer e ser aprovado no Exame da Ordem. Mesmo com o filho, tendo toda a responsabilidade com a criança, a Carolina foi, deu o melhor de si e passou no Exame da Ordem. Ela ia retirar no fim do ano a carteirinha. Então, sabemos que onde ela estiver, ela está imensamente agradecida pela postura que OAB está tomando diante do esforço que ela teve para conseguir isso”, disse emocionado Douglas, que agradeceu os familiares e advogados pelo apoio.

“Foi um episódio lamentável em Campo Grande. Para nós, é irreversível porque não vamos tê-la como nossa colega fazendo a defesa da sociedade. Por isso, resolvemos fazer uma homenagem para ela durante o Conselho Estadual. A perda de uma vida já é algo extremamente triste, irreparável para quem não tem mais convívio daquela pessoa, e ainda mais na condição dela, que seria uma futura colega de todos nós”, manifestou o Presidente da OAB/MS, Mansour Elias Karnouche. O pensamento dessa instituição, segundo Mansour, é cobrar efetividade de resposta da Justiça em casos como esse.

Emocionada, a mãe de Carolina, descreveu o sentimento de perder a filha. “Tudo isso não traz a Carol de volta, mas não deixa de um alento essa homenagem. Às vezes me dói que único lugar que ela vai levar o titulo de advogada é na certidão de óbito. Então, o que temos agora é a esperança de acreditar num mundo melhor. Por isso, a minha gratidão com essa casa é muito grande”. Ela ressaltou que ainda agora “é preciso criar o filho da Carol, precisamos encaminhar/criar essa criança para ser um homem de bem, que tenha valores, para acreditar que o mundo vai ser melhor”, concluiu.

A colega de sala de Carol, Tayna Araujo, também participou da homenagem e citou o sentimento de injustiça da família. “Nós formamos no fim do ano passado e ela estava prestes a receber a carteirinha. Isso comove qualquer um. Nós esperamos que a morte dela não seja em vão, que algo seja feito para que nos possamos ter a esperança de ir e voltar do trabalho com segurança. Queremos uma vida melhor, uma cidade melhor”.

Outros familiares de Carolina também estiveram presentes na sessão do Conselho da Seccional recebendo homenagem da Diretoria e dos Conselheiros da OAB/MS.

Midiamax

social aqui