13 de Dezembro de 2017 | 17:44
redacao@diariodoms.com
-->
Policial
Noticia de: 23 de Novembro de 2017 - 08:30
Fonte A - A+

Alimentação para presídios em município de MS custa R$ 1,2 milhão

Custo prevê café da manhã, almoço e janta para presos e servidores

A Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) contratou uma empresa para preparar marmitas para os presos e servidores do estabelecimento penal e da delegacia de Polícia Civil de Cassilândia.

A contratação custará R$ 1,2 milhão. Esse é o custo por mais de 105 mil diárias que devem ser oferecidas pela empresa aos servidores e custodiados, ao longo de um ano. Cada diária prevê um café da manhã, um almoço e uma janta.

As informações foram publicadas no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (23) e no contrato entre o governo do Estado e a empresa contratada, a Dias & Batista.


Cada diária foi orçada em R$ 11,99, conforme o contrato. Por mês, a fornecedora deve receber mais de R$ 105,6 mil, ainda segundo o documento. A empresa também mantém outro contrato de R$ 1,5 milhão com a Agepen.

O contrato foi assinado entre o diretor-presidente da Agepen, Aud de Oliveira Chaves, e a representante da empresa, Jane Aldenara Dias Rocha.


MIDIAMAX

social aqui