13 de Dezembro de 2017 | 17:46
redacao@diariodoms.com
-->
Política
Noticia de: 23 de Novembro de 2017 - 08:29
Fonte A - A+

Planalto recua e posse de Carlos Marun em ministério permanece indefinida

No Twitter, governo anunciou posse, mas depois apagou publicação



Depois de confirmar a escolha do deputado Carlos Marun (PMDB-MS) para a Secretaria de Governo e até publicar a posse no Twitter, o governo federal recuou da decisão. O post foi apagado e a Agência Brasil, do governo federal, publicou o ministro Antônio Imbassahy (PSDB-BA) permanece no cargo.

“Em instantes, acompanhe a cerimônia de posse dos ministros da Cidades, Alexandre Baldy, e da Secretaria de Governo, Carlos Marun”, dizia o post no microblog do Planalto.


Segundo o G1, Temer recebeu o senador Aécio Neves (MG), presidente licenciado do PSDB, e o próprio Imbassahy. Agora, o futuro da Secretaria de Governo, responsável pela articulação política com o Congresso, dependerá do momento em que os tucanos decidirem entregar os cargos no governo, ainda conforme aquele site.

A posse do ministro das Cidades chegou a ser adiada em 1 hora e meia e a agências de notícias informaram que o motivo era dar a posse simultaneamente para Marun.


Em mensagem pelo celular, o deputado do PMDB de Mato Grosso do Sul chegou a admitir à reportagem estar aguardando a posse. Após o recuo do Planalto, o Midiamax não conseguiu falar novamente com o deputado.


MIDIAMAX

social aqui