20 de Novembro de 2017 | 08:43
redacao@diariodoms.com
-->

Warning: getimagesize(/home/diaridoms/public_html/fotos/noticias/7149_0.jpg) [function.getimagesize]: failed to open stream: No such file or directory in /home/diariodoms/public_html/inc.exibe.php on line 49
Mundo
Noticia de: 27 de Junho de 2017 - 10:58
Fonte A - A+

Imprensa internacional noticia denúncia de Janot contra Temer

ABBC foi o primeiro veículo de imprensa estrangeiro a noticiar a denúncia do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, contra Michel Temer. O site britânico publicou um alerta comunicando que o presidente do Brasil foi acusado de corrupção e se comprometendo a atualizar o texto à medida que novas informações forem divulgadas. 

 O também britânico "The Guardian" postou em seu site uma matéria com o título "Presidente do Brasil Michel Temer é acusado de suposta corrupção", mas destaca que qualquer movimento em direção a um julgamento teria que passar por uma maioria de dois terços no Congresso.

O jornal americano "Wall Street Journal" também lembra que o Congresso precisa votar para aprovar um julgamento e observa que a denúncia marca uma nova fase da repressão da corrupção no Brasil.

Ainda nos EUA, o "The New York Times" publicou uma longa reportagem sobre a denúncia em seu site, explicando que o presidente é acusado de receber propina que "ajudou a comprometer a imagem da República". A matéria ressalta ainda que a denúncia é feita dias após uma pesquisa mostrar que Temer tem uma taxa de aprovação de apenas 7%, a mais baixa de qualquer presidente brasileiro em quase 30 anos.

O "Washington Post" noticia a denúncia de Janot com um texto da agência Associated Press que destaca que esta é a primeira vez em que um presidente brasileiro no exercício do cargo enfrenta acusações criminais.

Na Austrália, o "Sydney Morning Herald" aborda o caso afirmando que a acusação de obstrução de justiça "é a primeira do que é esperada para ser uma série de alegações de corrupção contra o líder profundamente impopular nas próximas semanas".

A agência Bloomberg publicou em seu site que a denúncia de Janot se baseia em parte na gravação da reunião de Temer com o empresário Joesley Batista e que o documento enviado ao Supremo afirma que o presidente recebeu R$ 500 mil entre abril e março deste ano por meio de intermediários. O advogado de Temer, Antônio Mariz, disse à Bloomberg que ainda não teve tempo de analisar o documento.

 

social aqui