24 de Novembro de 2017 | 11:45
redacao@diariodoms.com
-->

Warning: getimagesize(/home/diaridoms/public_html/fotos/noticias/7075_0.jpg) [function.getimagesize]: failed to open stream: No such file or directory in /home/diariodoms/public_html/inc.exibe.php on line 49
Esporte
Noticia de: 26 de Maio de 2017 - 01:22
Fonte A - A+

Grêmio atropela Zamora na Arena e carimba vaga nas oitavas da Libertadores como líder

GLOBO ESPORTE

RESUMÃO

 O Grêmio precisava de pouco, quase nada. Bastava uma vitória magra sobre o Zamora, saco de pancadas e ainda zerado na tabela, na noite desta quarta-feira para carimbar a vaga nas oitavas de final da Libertadores com a liderança do Grupo 8. Mas diga a isso para Luan, Lucas Barrios e Pedro Rocha. Aliás: diga isso a todos os comandados de Renato Gaúcho. Parecia até treino de ataque contra defesa, mas o Tricolor, endiabrado, foi soberano para amassar o venezuelanos e vencer por 4 a 0 na Arena. E para avançar com a terceira melhor campanha geral da primeira fase da competição continental.

 

É SÓ ESPERAR O SORTEIO

O Grêmio avança às oitavas de final como líder do Grupo 8 e dono da terceira melhor campanha da primeira fase – a condição lhe dá o direito de decidir em casa na próxima etapa. O segundo colocado da chave é o Guaraní-PAR, que garantiu a vaga após o empate sem gols com o Deportes iquique, em casa. O Tricolor os paraguaios aguardam o sorteio para conhecer seus rivais no mata-mata.

 

PRÓXIMOS COMPROMISSOS

Ainda sem adversário conhecido, o primeiro duelo das oitavas de final da Libertadores deve ocorrer apenas em 5 de julho. Até lá, o Grêmio foca no Brasileirão e na Copa do Brasil. O Tricolor volta a campo no próximo domingo, às 18h, provavelmente com formação alternativa para encarar o Sport na Ilha do Retiro, pela 3ª rodada do Campeonato Brasileiro.

 

PRIMEIRO TEMPO

O site oficial da Conmebol contabiliza 17 chutes e 67% de posse de bola para o Grêmio na primeira etapa. E aqui vai um agradecimento às estatísticas e sua frieza, capaz de mensurar tanta soberania durante 45 minutos de futebol. Em casa, mesmo com arquibancadas quase desertas, o Tricolor fez prevalecer sua superioridade com uma atuação de gala. A equipe empilhou seis chances, com direito a bola na trave e três milagres de Salazar, o goleiro rival, em 21 minutos.

 

Os gols só saíram a partir do minuto 22. E não pararam de sair: foram três, em seis minutos. Luan abriu o placar após bela jogada de Pedro Rocha, que aplicou um elástico no rival e serviu o camisa 7, que apenas empurrou para as redes. Depois, foi a vez de Barrios marcar, ao aproveitar passe de Gastón Fernández, da direita. Luan – de novo ele – completou a blitz gremista, ao converter pênalti sofrido por Cortez, aos 26.

 

SEGUNDO TEMPO

Com um 3 a 0 mais do que confortável, o Grêmio reduziu seu ritmo – mas sem o "nana, neném", que se deixe claro. Em meio a um relaxamento até natural, o Tricolor deixou alguns espaços para o Zamora atacar. Mas seguiu com o domínio quase total da partida, a ponto de transformar a vantagem em goleada. Aos 18, Gata "pifou" Pedro Rocha, que saiu na cara do gol, driblou o goleiro e teve o trabalho simplório de empurrar para o gol. Depois, Luan ainda teve a chance de anotar um hat-trick, mas desperdiçou pênalti sofrido por Fernandinho, aos 38. Com supremacia gremista, os minutos restantes foram protocolares.

ARTILHEIRO DA ARENA

O Grêmio pegava a bola na intermediária defensiva e rumava ao ataque até finalizar, num movimento em looping, que se repetiu ao longo de 90 minutos. Entre tanta soberania, Luan se destacou com uma marca emblemática – e, claro, com bola na rede. Com seus dois gols sobre o Zamora, o camisa 7 iguala Barcos como o maior artilheiro da Arena. Ambos dividem o posto com 28 gols desde a inauguração da nova casa gremista, em 8 de dezembro de 2012. E pensar que o atacante ainda perdeu pênalti, aos 38, nesta quinta-feira.

 

GOLEADOR DO ANO

De artilheiro, para artilheiro. Lucas Barrios também deixou sua marca nesta quinta-feira – algo cada vez mais recorrente nesta temporada. Ao seu estilo, oportunismo puro, o gringo aproveitou bela jogada coletiva gremista e completou para o gol, ao após passe na medida de Gata Fernández, aos 25 do primeiro tempo. O tento foi o seu 11º tento em 16 jogos pelo Tricolor. Ou melhor: anota seu oitavo gol nas últimas seis partidas.

 

DO ELÁSTICO AO GOL

 A noite desta quinta-feira serviu como uma espécie de redenção a Pedro Rocha, alvo de cobranças da torcida pelos gols desperdiçado. Chances perdidas que marcaram presença diante do Zamora, é verdade. Mas foram soterradas pelo talento do herói do penta na Copa do Brasil. O atacante iniciou sua participação com um elástico, seguido de assistência para Luan, numa bela jogada individual para abrir o placar, aos 22. E a encerrou com pompa e bola na rede. Aos 18, o jovem foi "pifado" por Gata Fernández dentro da área e esbanjou tranquilidade para driblar o goleiro e marcar.

social aqui