13 de Dezembro de 2017 | 17:38
redacao@diariodoms.com
-->

Warning: getimagesize(/home/diaridoms/public_html/fotos/noticias/6848_0.jpg) [function.getimagesize]: failed to open stream: No such file or directory in /home/diariodoms/public_html/inc.exibe.php on line 49
Rural
Noticia de: 20 de Janeiro de 2017 - 18:24
Fonte A - A+

Com baixo custo, potes de argila são usados para irrigar lavouras

Globo Rural

Tecnologia simples e de baixo custo vem sendo utilizada como alternativa barata para irrigar lavouras de frutas e hortaliça.

Dona Cinira e seu marido, João da Rocha, são agricultores. Eles têm uma pequena propriedade na zona rural de Santarém (PA), onde – há mais de 30 anos - produzem frutas e hortaliças para vender em uma feira semanal na cidade. Só que, nos últimos anos, enfrentam um problema constante: a seca. “Não temos poço por aqui na comunidade e sofremos com a falta de água”, diz ela.

As últimas colheitas, porém, estão sendo muito melhores para o casal. Isso porque eles foram uma das famílias que receberam a instalação do IrrigaPote, uma tecnologia simples e de baixo custo, que tem sido a alternativa para irrigação das hortas. “Está sendo muito bom, minhas plantas estavam morrendo e eu não tinha solução. Os pés de acerola já deram uma boa produção neste ano e as outras plantas estão renovadas”, comemora.

 IrrigaPote é um projeto desenvolvido pela Embrapa Amazônia Oriental, do Pará, e da Universidade de Makelle, da Etiopia, que tem como objetivo criar soluções de baixo custo, sustentáveis e de fácil adoção para evitar a seca em áreas onde se produz alimentos. Utilizando potes de argila, a tecnologia tem ajudado agricultores como dona Cinira, no Pará, e produtores etíopes.

Segundo Lucieta Martorano, coordenadora do IrrigaPote no Brasil, trata-se de uma tecnologia muito simples, mas que foi aperfeiçoada cientificamente para cada tipo de cultura e região. “É uma tecnologia simples, de fácil implantação, que aproveita a água da chuva e garante a colheita para as famílias”, diz ela. “É uma alternativa de irrigação de baixo custo”.

Funciona assim: a água da chuva é captada por calhas distribuídas ao longo dos telhados e depois, armazenada em reservatórios. Então, é distribuída para os potes de barro, que ficam enterrados próximos às lavouras.

social aqui