22 de Novembro de 2017 | 04:24
redacao@diariodoms.com
-->
Policial
Noticia de: 17 de Fevereiro de 2016 - 10:21
Fonte A - A+

Morre adolescente baleado por policial que tentou impedir assalto na Capital

Segundo delegado, policial reagiu e atirou em legtima defesa


Adolescente, de 17 anos, atingido com tiro na cabea durante tentativa de assalto na noite de ontem (16), morreu por volta das 4 horas da manh de hoje (17), na Santa Casa de Campo Grande. O jovem foi baleado por um investigador da Delegacia Especializada em Represso a Crimes de Defraudaes e Falsificaes (Dedfaz), que reagiu ao assalto em posto de combustveis, localizado entre a Rua Dos Democrticos e a Avenida Guaicurus, no Bairro Santo Eugnio.

De acordo com o delegado Hoffman Dvila Cndido e Souza, o caso aconteceu entre as 23h30min e meia-noite, quando dois jovens chegaram ao posto anunciaram assalto e renderam um dos frentistas. Dois trabalhavam no momento.

O investigador da Polcia Civil abastecia o carro quando foi surpreendido com a ao. Um dos assaltantes foi at ele e exigiu a carteira e o celular. Com um arma apontada na cabea, o policial manteve a calma e chegou a dizer que no tinha dinheiro, mas entregou o celular. Do frentista rendido, os bandidos levaram R$ 135.

Ainda segundo Hoffman, quando os autores j tentavam fugir, o agente desceu do carro e deu voz de priso se identificando como policial. Os bandidos revidaram disparando dois tiros, que no atingiram o policial e nem os frentistas.

O policial revidou e o tiro atingiu a cabea do adolescente, que caiu e o comparsa fugiu. O adolescente ferido estava em posse de um revlver calibre 32, com o gatilho puxado, mas nenhuma munio deflagrada. De acordo com o delegado, d a entender que o disparo foi feito pelo comparsa que conseguiu fugir.

Alm do policial, e dos dois frentistas, um vendedor de espetinhos tambm estava no local e testemunhou o crime.

O adolescente foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros, encaminhado Santa Casa de Campo Grande, onde morreu quatro horas depois. O crime foi registrado como roubo e homicdio. O adolescente morto j tinha passagens pela polcia.


Correio do Estado

social aqui