22 de Novembro de 2017 | 04:20
redacao@diariodoms.com
-->
Policial
Noticia de: 16 de Fevereiro de 2016 - 09:50
Fonte A - A+

Mãe procura adolescente que desapareceu depois de ir dormir na casa de amiga

Soila Marinho, de 35 anos, tem passado momentos angustiantes desde que a filha Gyulianne, de 12 anos, desapareceu depois de ir dormir na casa de uma amiga, no sábado (14). O trajeto que deveria demorar no máximo duas horas nunca aconteceu. A menina não chegou a casa da amiga, Vitória, e desde então ninguém tem noticias de Gyulianne.

A família que mora no Bairro Caiobá já procurou por Gyulianne, sem sucesso. Segundo Soila a filha estava acostumada a dormir na casa da amiga, que mora no Bairro Universitário. “Ela nunca mentiu. É uma menina teimosa, mas nunca fez isso antes”, fala.

O trajeto de Gyulianne teria começado às 14h30 do sábado e demoraria no máxima duas horas até a casa de Vitória, mas ela nunca chegou. No domingo (15), quase perto da hora do almoço Soila teria ligado para o celular da filha para saber que horas voltaria para almoçarem juntas.

“Liguei mas o celular só dava desligado. Foi quando resolvi ligar para a amiga que me disse que a Gyulianne não tinha aparecido na casa dela”, explica. Segundo a mãe, a amiga de sua filha afirmou que Gyulianne teria ligado para ela por volta das 19 horas do sábado dizendo que estava na praça do Guaicurus e que era para a amiga ir encontrá-la, mas ao chegar ao local a menina não estava.

Soila relata que a amiga teria dito que Gyulianne estava na companhia de um jovem e que estava indo para o Bairro Los Angeles. Ao ligar para o celular que Gyulianne usou para falar com Vitória, Soila foi informada por um homem, dono do aparelho, que estava passando pelo local e a menina teria pedido emprestado o celular, já que o dela estava sem bateria. De acordo com a mãe, a menina não tem namorado.

Desde então a família não tem mais notícias da menina. Soila registrou um boletim de ocorrência no domingo (15), mas diz não ter esperança de encontrar a filha, “Já acordei chorando hoje (terça), e estou esperando pelo pior, não estou achando que vou encontrar minha filha”, diz com uma tristeza na voz.

Atrás de qualquer notícia que leve ao paradeiro da filha, a mãe já pediu ajuda em sua página pessoal no Facebook, e segundo ela já teve algumas pistas da filha mas por enquanto nenhuma levou ao paradeiro da menina.


Midiamax

social aqui