01 de Dezembro de 2022 | 10:54
noticiasdiariodoms@gmail.com
-->

Warning: getimagesize(/home/diariocostarica/public_html/fotos/noticias/14612_0.jpg) [function.getimagesize]: failed to open stream: Permission denied in /home/diariodoms/public_html/inc.exibe.php on line 49
Saúde
Noticia de: 11 de Novembro de 2022 - 15:28
Fonte A - A+

Covid-19: Campo Grande começa a vacinar crianças de 6 meses a 2 anos neste sábado

Conforme a Sesau, cinco postos de saúde da capital vão dar início a imunização; o município recebeu hoje 1.520 doses do imunizante.

Imagem de um frasco da vacina da Pfizer contra a Covid para crianças de 6 meses a 3 anos. — Foto: AP Photo/Mary Altaffer

Cinco unidades de saúde de Campo Grande iniciam a vacinação contra Covid-19 para crianças de seis meses a dois anos, 11 meses e 29 dias neste sábado (12). O primeiro lote de imunizantes, com 1.520 doses da vacina Pfizer destinada para os bebês, também chamada de “Pfizer Baby”, chegou na manhã desta sexta-feira (11).

As Unidades Básicas de Saúde vão funcionar das 7h às 17h, sendo elas:

Centro

  • UBS 26 de Agosto

Bandeira

  • USF Moreninha

Anhanduizinho

  • UBS Dona Neta

Lagoa

  • UBS Caiçara

Imbirussu

  • UBS Silvia Regina

Diferente do que ocorre para os outros públicos, este imunizante tem como esquema primário três doses, sendo a segunda ministrada quatro semanas após o início do ciclo e a terceira em um intervalo de oito semanas da segunda aplicação.

Está disponível a partir desta sexta-feira (11), o cadastramento de identificação prévia de crianças de seis meses a dois anos, 11 meses e 29 dias para vacinação contra a Covid-19. O cadastro deve ser realizado no site Vacina Campo Grande.

Cadastro deve ser realizado no site Vacina Campo Grande — Foto: Reprodução/VacinaCampoGrande

Cadastro deve ser realizado no site Vacina Campo Grande — Foto: Reprodução/VacinaCampoGrande

Para o cadastro de crianças com comorbidades, é necessário a apresentação de um laudo médico, onde estará especificado qual o tipo de condição pré-existente que o bebê apresenta.

O imunizante da Pfizer, o único aprovado para essa faixa etária no País, recebeu aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no dia 16 de outubro. A falta de imunizantes específicos para esse público-alvo, porém, travou o início da campanha de vacinação.

G1MS

social aqui