20 de Agosto de 2022 | 00:12
noticiasdiariodoms@gmail.com
-->

Warning: getimagesize(/home/diariocostarica/public_html/fotos/noticias/14083_0.jpg) [function.getimagesize]: failed to open stream: Permission denied in /home/diariodoms/public_html/inc.exibe.php on line 49
Policial
Noticia de: 09 de Junho de 2022 - 16:57
Fonte A - A+

Motorista de aplicativo que tentou estuprar passageira é preso em Campo Grande

Segundo a polícia, ele responde por importunar sexualmente três passageiras

O motorista de aplicativo que tentou estuprar uma passageira em Campo Grande, na madrugada de segunda-feira (6), acaba de ser preso pela Deam (Delegacia Especialidade de Atendimento à Mulher). Segundo a polícia, Adriano da Silva Vieira, de 38 anos, assediou três mulheres durante corridas na Capital de Mato Grosso do Sul.

Detalhes da prisão ainda não foram divulgadas, mas agora o suspeito está detido a mando da justiça. Na terça-feira, dia 7 de junho, ele chegou a ser levado para a delegacia por policiais militares da 6ª CIPM (Campainha Independente da Polícia Militar), negou todos os crimes e foi liberado. Agora, ele responde por, pelo menos, três casos de importunação sexual contra passageiras.

Adriano já tem passagens por ameaça, violência doméstica e lesão corporal, mas se tornou alvo de investigações depois que passageiras registraram boletins de ocorrência contra ele recentemente. A última vítima antes da prisão foi uma servidora pública, de 28 anos.

O caso

A mulher contou a polícia que chegou no Terminal Rodoviário de Campo Grande na madrugada de segunda-feira (6) e usou o aplicativo de corridas para ir para casa. Adriano aceitou a chamada.

No caminho, no entanto, o motorista saiu da rota indicada no mapa e chegou a desativar o aplicativo. Preocupada com a situação, a passageira ligou para o marido. Toda a conversa entre eles foi gravada. O áudio mostra o incômodo da mulher ao perceber que o motorista cancelou a corrida, mas continua com ela no carro.

Toda a tensão da vítima com a situação é perceptível na conversa com o esposo, até que ela começa a gritar. Não há como compreender o que ela diz, mas a aflição e pavor na voz dela é claro. Do outro lado da linha, o marido também se descontrola e ordena de maneira desesperada que ela desça do carro.

Foi o que a servidora fez. Ela conseguiu escapar do suspeito após pular do carro em movimento. Moradores da região ampararam a vítima e chamaram a polícia.

Outros casos

Ainda não há informações sobre o que as outras vítimas do motorista passaram durante as corridas, mas conforme apurado pela reportagem, um dos boletins de ocorrência foi registrado no dia 1º de junho. Pelo crime, ele chegou a receber uma reclamação no próprio aplicativo por assédio sexual.

Em nota, a Uber – aplicativo pelo qual o suspeito dirigia – informou que a conta do Adriano foi desativada assim que a situação chegou ao conhecimento da empresa.

social aqui