20 de Agosto de 2022 | 00:34
noticiasdiariodoms@gmail.com
-->

Warning: getimagesize(/home/diariocostarica/public_html/fotos/noticias/14041_0.jpg) [function.getimagesize]: failed to open stream: Permission denied in /home/diariodoms/public_html/inc.exibe.php on line 49
Policial
Noticia de: 26 de Maio de 2022 - 14:53
Fonte A - A+

Justiça decreta prisão preventiva de homem que matou esposa e obrigou filhos dela a deitar com o corpo

Ele atirou na mulher na frente das crianças, na casa onde moravam, em Terenos (MS).

A Justiça de Mato Grosso do Sul decretou nessa terça-feira (24), a prisão preventiva de Diogo Cardoso Souza, de 28 anos, que confessou ter matado a esposa a tiros. Na decisão, a juíza Jacqueline Machado argumenta que o rapaz, além de ter confessado o crime, se muda constantemente de endereço e que não estão presentes requisitos para concessão de prisão domiciliar.

Com isso, Diogo só sai da prisão caso a defesa dele peça à Justiça, utilizando novos argumentos para colocá-lo em liberdade.

Feminicídio
De acordo com a polícia, Diogo matou Erica Miranda Souza, de 27 anos, na noite de domingo (22), após uma discussão entre eles, na casa onde moravam, em Terenos. Ele atirou nela na frente dos filhos, de 2 e 9 anos, mesmo após ela tendo implorando para que não o fizesse na frente das crianças.


Depois de ter matado Erica, Diogo obrigou os enteados a deitarem junto ao corpo. Ele ainda orientou o mais velho a buscar ajuda no início da manhã. O menino obedeceu e após andar cerca de dois quilômetros, contou o que havia acontecido a moradores e a polícia foi acionada.

Quando os policiais chegaram ao local encontraram o filho mais novo de Erica abraçado ao corpo dela. Diogo foi preso na região de Paranaíba, pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), na segunda-feira (23).
G1MS

social aqui