19 de Agosto de 2022 | 08:33
noticiasdiariodoms@gmail.com
-->

Warning: getimagesize(/home/diariocostarica/public_html/fotos/noticias/13996_0.jpg) [function.getimagesize]: failed to open stream: Permission denied in /home/diariodoms/public_html/inc.exibe.php on line 49
Policial
Noticia de: 13 de Maio de 2022 - 18:14
Fonte A - A+

Professora de educação infantil em Campo Grande é investigada por suspeita de maus-tratos a alunos

As vítimas seriam crianças de 3 e 4 anos. Buscas já foram feitas na casa da suspeita.

A Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) investiga uma professora de educação infantil, de uma escola da rede particular de ensino, em Campo Grande, por maus-tratos contra alunos de 3 e 4 anos. Cinco denúncias já foram feitas contra ela. A Polícia Civil analisa possíveis outros crimes.

A escola onde ela trabalha e onde teriam ocorrido as agressões disse em nota oficial que “sem juízo de valor", afastou a colaboradora de suas atividades curriculares e extracurriculares e, que trata o caso como prioridade, com "responsabilidade e ética, zelando pela dignidade das pessoas envolvidas”. Ressaltou ainda que colabora com as investigações e que não tolera nenhum tipo de violência. (Nota na íntegra abaixo)

Foram os pais que denunciaram a situação à polícia após relatos das crianças. Elas já foram ouvidas na Depca, com apoio de psicólogos e, segundo a delegada Fernanda Mendes, confirmaram maus-tratos. Um dos casos teria sido registrado por câmera de segurança: uma pessoa é vista puxando o cabelo de uma criança. A imagem já foi observada pela mãe da suposta vítima.

A delegada diz, inclusive, que já foram feitas buscas na casa da professora suspeita e apreendidos dois celulares, um computador e CDs. Todo o material será analisado pela perícia.

A professora e os donos da escola devem prestar esclarecimentos aos policiais na próxima semana. Outros professores, auxiliares e testemunhas serão intimados a prestar depoimento sobre o caso.

Nota da escola na íntegra

A Escola Mon Petit, diante da denúncia sobre uma de suas colaboradoras, vem esclarecer o quanto segue:

Que a escola tomou conhecimento no dia 09/05/2022, que os pais de uma aluna haviam realizado uma denúncia envolvendo uma de suas colaboradoras.

Em que pese o momento de profunda consternação, em prol da integridade física e mental de seus alunos, bem como objetivando resguardar todos os envolvidos, sem juízo de valores, a escola informa que afastou essa colaboradora em questão de suas atividades curriculares e extracurriculares.

Acrescenta-se que estamos tratando o caso com prioridade, seguindo os protocolos legais com transparência, responsabilidade e ética, zelando pela dignidade das pessoas envolvidas, sob o cuidado de não causar constrangimento que desencadeia calúnia e difamação.

Ressalta-se que após finalização das investigações, todas as medidas legais serão tomadas, com apoio integral da escola aos desdobramentos jurídicos que se sucederem. Enquanto isso, a escola garante aos pais e responsáveis que foram instauradas medidas para que vossos filhos permaneçam no local em segurança.

Por fim, a escola destaca que nenhum tipo de assédio, abuso ou importunação, de qualquer ordem, é tolerado e destaca que tem trabalhado para manter o ambiente de respeito, civilidade e harmonia que sempre ocorreu na escola, de modo que está colaborando com as autoridades competentes.

G1MS

social aqui