19 de Agosto de 2022 | 23:00
noticiasdiariodoms@gmail.com
-->

Warning: getimagesize(/home/diariocostarica/public_html/fotos/noticias/13945_0.jpg) [function.getimagesize]: failed to open stream: Permission denied in /home/diariodoms/public_html/inc.exibe.php on line 49
Política
Noticia de: 03 de Maio de 2022 - 10:47
Fonte A - A+

Avança pavimentação da MS-338 entre Camapuã e Ribas, com terraplanagem e regularização de subleito

Nos dois primeiros quilômetros da rodovia é realizado o trabalho de terraplanagem, com regularização de subleito e implantação de sub-base de arenito.

Na região conhecida como Lagoa Sanguessuga, na saída de Camapuã para Ribas do Rio Pardo, a obra de pavimentação da MS-338 que teve início em 21 de fevereiro segue avançando com o trabalho de máquinas pesadas. Nos dois primeiros quilômetros da rodovia é realizado o trabalho de terraplanagem, com regularização de subleito e implantação de sub-base de arenito. 

Para agilizar o processo de pavimentação dos 111,5 quilômetros da estrada entre as duas cidades, a obra está dividida em duas frentes, conforme a Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos). A primeira delas já em andamento possui 45,3 quilômetros de extensão e vai de Camapuã até o entroncamento com a MS-245. A segunda, que deve iniciar nos próximos meses, possui 66,2 quilômetros e segue do entroncamento até a MS-357, em Ribas do Rio Pardo.

Ao todo, o Governo do Estado investe R$ 227,2 milhões para pavimentar os mais de 100 quilômetros da MS-338 entre Ribas do Rio Pardo e Camapuã. Esse é um dos compromissos assumidos pela gestão do governador Reinaldo Azambuja com a empresa Suzano, que instala em Ribas do Rio Pardo a maior fábrica de celulose do mundo, em um investimento privado de R$ 19,3 bilhões, movimentando a economia e gerando emprego e renda na cidade que tem se tornado polo de desenvolvimento.

Paralelo a esse investimento, o Estado aplica outros R$ 22,2 milhões na obra de pavimentação de 12 quilômetros da MS-357, no trecho que liga perímetro urbano de Ribas do Rio Pardo até o entroncamento com a MS-338, completando assim a ligação rodoviária das duas cidades.

Ambas as obras são tocadas com recursos do Fundersul (Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviária de Mato Grosso do Sul).

Obra na MS-357 completa ligação rodoviária entre os dois municípios

Bruno Chaves, Subcom
Fotos: Agesul

social aqui