11 de Agosto de 2022 | 11:34
noticiasdiariodoms@gmail.com
-->

Warning: getimagesize(/home/diariocostarica/public_html/fotos/noticias/13905_0.jpg) [function.getimagesize]: failed to open stream: Permission denied in /home/diariodoms/public_html/inc.exibe.php on line 49
Economia
Noticia de: 20 de Abril de 2022 - 15:29
Fonte A - A+

Como usar o saque emergencial do FGTS para o dinheiro que já está liberado não 'sumir'?

Tem dívidas e quer usar o saque emergencial do FGTS para pagar? Confira como vale a pena aproveitar o dinheiro

Para quem está em dificuldades financeiras esta quarta-feira (20) começa com ótima notícia. A  já liberou o primeiro valor e já tem gente pensando como vai usar o saque emergencial do  2022, que atende quem nasceu até 15 de junho.

Algumas dicas básicas ajudam a definir o que fazer com a grana para aproveitar ao máximo essa parcela do seu fundo de garantia por tempo de serviço. Muita gente que já sacou essas parcelas extraordinárias do FGTS em outras liberações reclama que o dinheiro 'desapareceu'.

Mas, como usar o saque emergencial do seu FGTS para o valor extra simplesmente não 'sumir'? Para não cair nesta armadilha, o segredo é planejar seguindo dicas simples para descobrir o melhor caminho para cada beneficiário.

"Muitas pessoas usam rendas extras mesmo sem necessidade e em compras que não precisam sem considerar sua situação financeira atual, entrando numa bola de neve de inadimplência. Infelizmente, isso é comum", conta o professor Reinaldo Domingos, que trabalha com educação financeira.

De acordo com o educador, a decisão de como usar o saque emergencial do FGTS vai depender justamente da situação financeira em que a pessoa se encontra.

Caso 1: Não tenho contas e posso usar o saque emergencial do FGTS

A renda do saque extraordinário do Fundo de Garantia pode vir em boa hora, mas é preciso cuidado para não usar em gastos desnecessários. Se você tem o privilégio de usar o saque emergencial do FGTS enquanto não está afundado em dívidas, é uma oportunidade de aumentar sua reserva financeira.

Uma dica comum entre os educadores financeiros é que cada pessoa tenha definido no mínimo três sonhos: um de curto prazo (a ser realizado em um ano), outro de médio prazo (entre um e dez anos) e outro de longo prazo (a ser realizado a partir de dez anos).

Mesmo nessa situação, é orientável fazer o saque das contas assim que possível e aplicar o valor em investimentos como poupança, CDB e tesouro direto, entre outras, que rendam mais do que o FGTS, que tem rendimento muito baixo por causa da menor taxa SELIC da história.

A modalidade escolhida precisa corresponder ao prazo em que se deseja realizar o sonho, tendo em vista a possibilidade de resgatá-lo no momento desejado sem perder rendimentos.

"Se você está em uma situação financeira confortável, a melhor orientação é tirá-lo imediatamente da conta corrente e direcioná-lo para uma aplicação que tenha melhor rendimento", explica Reinaldo Domingos.

Caso 2: Vou usar o saque emergencial do FGTS, mas estou endividado

Se o valor do seu saque seja suficiente para quitar totalmente suas dívidas atrasadas, é preciso avaliar se não vai precisar do dinheiro no futuro. Com a crise, é bom planejar cada gasto e como usar o saque emergencial do FGTS não é diferente.

Se decidir quitar suas dívidas, outra dica relevante para o dinheiro do seu Fundo de Garantia ser usado da melhor forma é negociar para conseguir o máximo de descontos, diminuindo grande parte da conta.

Por outro lado, se não der para quitar 100% da dívida com uso do seu saque, uma opção é investir o valor para se capitalizar e negociar melhor no futuro.

Caso 3: Não quero usar o saque emergencial do FGTS em 2022

Para quem acha que o melhor é deixar de usar o saque emergencial do FGTS na conta, e não mexer no saldo, vale lembrar que o saque da parcela extraordinária do Fundo de Garantia que começa nesta quarta-feira (20) pode ser feito até 15 de dezembro de 2022, mas é facultativo.

O que é, e como fazer o 'desfazimento' do saque emergencial do FGTS?

Segundo Josué Pereira de Oliveira, que atua com consultoria contábil, há um prazo para quem não quer tirar o dinheiro do saldo do FGTS. "O trabalhador que não retirar os recursos, tem até 10 de novembro para cancelar o crédito", explica.

Este processo se chama 'desfazimento' e deve ser solicitado pelo Caixa Tem. Para quem não pedir o cancelamento, nem movimentar o dinheiro até 15 de dezembro, (ou seja, não usar o saque emergencial do FGTS), os valores serão devolvidos à conta", explica o especialista.

IRPF e golpistas: cuide do seu saque emergencial do FGTS

Outro cuidado para quem usar o saque emergencial do FGTS em 2022 é com a declaração anual do imposto de renda de pessoa física. Quem está obrigado a declarar e sacar a parcela, deve informar na declaração do IR no ano-base do saque.

Basta citar no campo “Rendimentos isentos e não tributáveis”. Como o FGTS é um rendimento isento, não alterará a base de cálculo do Imposto de Renda. Mesmo assim, deixar de declarar pode fazer o trabalhador cair na malha fina da Receita Federal.

Além disso, é preciso muito cuidado para não cair em golpes pela  que miram quem está na expectativa para usar o saque emergencial do FGTS em 2022.

Anúncios em sites de venda, nas redes sociais e até mensagens por aplicativos de mensagem como o WhatsApp ou Telegram oferecem facilidades como vendas de produtos ou saques antecipados de saldos dos Fundo de Garantia por tempo de Serviço que são, na verdade, iscas para atrair as vítimas.

Verifique o calendário para saque de acordo com seu mês de nascimento:

  • Janeiro - 20 de abril
  • Fevereiro - 30 de abril
  • Março - 04 de maio
  • Abril - 11 de maio
  • Maio - 14 de maio
  • Junho - 18 de maio
  • Julho - 21 de maio
  • Agosto - 25 de maio
  • Setembro - 28 de maio
  • Outubro - 01 de junho
  • Novembro - 08 de junho
  • Dezembro - 15 de junho  

Midia Max

social aqui