19 de Agosto de 2022 | 22:44
noticiasdiariodoms@gmail.com
-->

Warning: getimagesize(/home/diariocostarica/public_html/fotos/noticias/13868_1.jpg) [function.getimagesize]: failed to open stream: Permission denied in /home/diariodoms/public_html/inc.exibe.php on line 49
Política
Noticia de: 07 de Abril de 2022 - 19:24
Fonte A - A+

Reinaldo cumpre cronograma e atualiza compromissos com Suzano sobre fábrica em Ribas do Rio Pardo

A Suzano segue o cronograma de implantação do projeto Cerrado, de construção em Ribas do Rio Pardo da maior fábrica de celulose de linha única do mundo.

A Suzano segue o cronograma de implantação do projeto Cerrado, de construção em Ribas do Rio Pardo da maior fábrica de celulose de linha única do mundo. Para a implantação da unidade em Mato Grosso do Sul, com geração de emprego e renda, o Governo assumiu compromissos em várias áreas. Para atualizar esses acordos, o governador Reinaldo Azambuja e um time de secretários receberam diretores da Suzano nesta quinta-feira (7).  

Durante a agenda no receptivo do Governo, no Parque do Prosa, o governador Reinaldo Azambuja destacou a importância do empreendimento. “A fábrica vai gerar um crescimento no PIB de mais de 5%. E nós assumimos vários compromissos na área de infraestrutura, saneamento básico, saúde, educação e segurança pública que vão beneficiar a população de Ribas do Rio Pardo e de Mato Grosso do Sul. Hoje nós apresentamos essas realizações e a empresa também mostrou a evolução do projeto”, explicou.

O secretário Jaime Verruck (Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) acrescentou ainda que o projeto Cerrado vai ao encontro de objetivos como agregar valor à produção e gerar empregos e renda. “O nosso foco em Mato Grosso do Sul sempre é o de agregar valor às nossas matérias-primas, desenvolver as pessoas e gerar empregos. O projeto Cerrado vem dessa maneira contribuir para isso”, disse.

Para o diretor de relações corporativas da Suzano, Luis Bueno, o mais importante é o legado de infraestrutura que será deixado para a sociedade de Mato Grosso do Sul. “O Governo do Estado tem dado todo apoio ao projeto. Ele é importante para a Suzano, mas ele é muito mais importante para Mato Grosso do Sul. O projeto, que é o maior investimento privado no Brasil hoje, está 100% dentro do cronograma de horas trabalhadas e também no orçamento estimado. É um projeto super importante que vai gerar 10 mil empregos durante a fase de obras e, depois, 3 mil empregos durante a operação, a partir de 2024. Mas mais importante do que esse projeto são todos os benefícios que ele vai causar, não só para Ribas do Rio Pardo, mas para todo Mato Grosso do Sul”, afirmou.

Também participaram da reunião com a diretoria da Suzano os secretários Maria Cecília Amendola da Motta (Educação), Renato Marcilio da Silva (Infraestrutura), Flávio Britto (Saúde) e Antonio Carlos Videira (Justiça e Segurança Pública). 

Santa CruzReinaldo Azambuja recebeu ainda o governador Luis Fernando Camacho Vaca, de Santa Cruz (Bolívia)Reinaldo Azambuja e Jaime Verruck também receberam o governador Luis Fernando Camacho Vaca para tratar da cooperação mútua entre o departamento de Santa Cruz (Bolívia) e Mato Grosso do Sul. Entre os temas discutidos estavam a importação de gás natural e de fertilizantes.

“Tratamos aqui de temas importantes tanto da Bolívia quanto do departamento de Santa Cruz e de Mato Grosso do Sul e vamos firmar um documento, um termo de acordo de cooperação mútua. Foi muito importante essa discussão porque discutimos o tema do gás e fertilizantes e uma integração da agricultura e pecuária. Santa Cruz é o maior produtor daquele país de soja e de milho e produz gás e ureia. Nós vamos fazer uma grande integração entre o departamento de Santa Cruz e o nosso Governo de Mato Grosso do Sul”, afirmou Reinado Azambuja.

Já o governador do departamento afirmou estar animado com o fato de os dois estados poderem trabalhar em conjunto. “Santa Cruz é o maior departamento da Bolívia, o motor econômico do país e é um prazer poder começar a trabalhar irmãmente com Mato Grosso do Sul”, disse Luis Fernando Camacho Vaca.

Participaram da reunião ainda o sub-governador da província German Bush, Alex Antello, os secretários Luiz Fernando Menacho (Desenvolvimento Humano) e Jhonny Rojas (Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente), o diretor-presidente da Faems, Anfredo Zamlutti, o gerente de Comércio Exterior de Corumbá, Lourival Vieira Costa, e o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico de Corumbá, Cassio Costa Marques.

social aqui