19 de Agosto de 2022 | 22:46
noticiasdiariodoms@gmail.com
-->

Warning: getimagesize(/home/diariocostarica/public_html/fotos/noticias/13863_1.jpg) [function.getimagesize]: failed to open stream: Permission denied in /home/diariodoms/public_html/inc.exibe.php on line 49
Política
Noticia de: 06 de Abril de 2022 - 14:32
Fonte A - A+

Gerson Claro quer ampliação do número de atendidos pelo programa “CNH Social”

O expediente foi apresentado nesta terça-feira (5) no plenário da Assembleia Legislativa.

O deputado estadual Gerson Claro (PP) está solicitando ao governo do Estado a ampliação do número de pessoas atendidas pelo programa “CNH Social”.

O expediente foi apresentado nesta terça-feira (5) no plenário da Assembleia Legislativa e encaminhado ao governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), e ao presidente do Detran/MS (Departamento Estadual de Trânsito), Rudel Trindade Júnior.

“Também estamos pedindo que o governador crie um programa especial de financiamento da CNH para as pessoas que realmente precisam dessa ferramenta para trabalhar e que estão cadastradas nos programas sociais”, afirmou Gerson Claro.

De acordo com ele, o pedido pode ser justificado pelo grande volume de inscrições no programa, mesmo os candidatos sabendo que existem poucas vagas.

Somente na manhã de hoje, foram contabilizadas mais de 46 mil inscrições e quase 278 mil acessos ao site.

Atualmente, são beneficiadas cinco mil pessoas em Mato Grosso do Sul com acesso gratuito à primeira habilitação nas categorias A, B e AB.

Para ter direito, é preciso estar inscrito no CadÚnico (Cadastro Único) do Governo Federal antes de 19 de fevereiro de 2022, possuir renda per capita de até meio salário mínimo ou renda total de até dois salários mínimos, saber ler e escrever e morar no Estado há pelo menos dois anos.

As vagas estão divididas por municípios e regiões, sendo 1.650 para Campo Grande, 800 para Dourados e entorno, e as demais para outras localidades do Estado.

“Em alguns Estados tivemos maior número de vagas, como em Goiás, com 11 mil, e Espírito Santo, com mais de 10 mil oportunidades. São motoentregadores, motoristas de aplicativo, pessoas de vários ramos que precisam da CNH para trabalhar, sobretudo neste momento de retomada da economia pós Covid. Quanto mais conseguirmos apoiar nesse sentido, melhor”, concluiu Gerson Claro.

social aqui