11 de Agosto de 2022 | 11:37
noticiasdiariodoms@gmail.com
-->

Warning: getimagesize(/home/diariocostarica/public_html/fotos/noticias/13422_0.jpg) [function.getimagesize]: failed to open stream: Permission denied in /home/diariodoms/public_html/inc.exibe.php on line 49
Mundo
Noticia de: 29 de Outubro de 2021 - 09:21
Fonte A - A+

Sidrolândia vai ganhar arena esportiva com grama sintética e iluminação

O módulo esportivo terá iluminação de LED e arquibancada com capacidade para 100 pessoas.

A população de Sidrolândia vai ganhar mais um espaço para prática esportiva. Em parceria com o Governo do Estado, a Prefeitura vai revitalizar o antigo campo de futebol de areia localizado nos fundos da delegacia de Polícia Civil.

A cidade foi contemplada com um módulo esportivo de 1.197 metros quadrados (53,20x22,5), com quadra para a prática do basquete de 3x3 e outra maior, com grama sintética, destinada ao futebol de 5x5, similar ao futebol de salão, disputando por duas equipes, cada uma com quatro jogadores na linha e um goleiro. O módulo esportivo terá iluminação de LED e arquibancada com capacidade para 100 pessoas.

A Prefeitura será responsável pela terraplanagem, vai fazer deixar o contra piso da quadra com concreto armado, além de deixar a entrada para energia elétrica. "O esporte é uma ferramenta de inserção social e interação da comunidade", destaca a prefeita Vanda Camilo que planeja implantar também na zona rural espaços como o campo de futebol suíço que está sendo concluído na agrovila do distrito de Capão Seco.

Com a revitalização feita pela equipe da Prefeitura, as competições voltaram à pista de skate do Ginásio Poliesportivo Leonel Brizola.

Bolsa-atleta

Como parte da política de incentivo, em 2022 será implementada a bolsa-atleta. Na próxima sessão da Câmara, os vereadores devem votar o projeto que cria o "Programa Bolsa Atleta", destinado a garantir ajuda de custo aos atletas, paratletas e atletas-guias não profissionais que residam há pelo menos dois anos em Sidrolândia.

Para garantir transparência, evitar favorecimentos e prevalência da meritocracia, o projeto da prefeita institui a criação de uma comissão que terá a tarefa de conceder, renovar ou eventualmente suspender o benefício. O colegiado terá seis membros, sendo dois indicados pelo Legislativo, dois profissionais de educação física regularmente cadastrados no Conselho próprio e com notória capacidade técnica e dois nomes indicados pelo Executivo.

Os representantes da Prefeitura e da Câmara serão obrigatoriamente servidores concursados. Todos os projetos esportivos e pedidos de ajuda financeira serão apresentados à Secretaria da Juventude, Esporte e Lazer. Caberá à Secretaria e a Comissão definirem quais as modalidades esportivas que serão custeadas pelo programa

O processo de seleção será feito no primeiro trimestre de cada ano. Haverá a publicação de um edital com os critérios de habilitação, disponibilidade financeira e projeção do número de bolsas. Contará para efeito de classificação dos projetos, maior tempo de prática esportiva, desempenho em competições, participação em eventos da Secretaria da Juventude Esporte e Lazer e na hipótese do atleta ser estudante, o desempenho escolar. O município vai oferecer o transporte para a locomoção dos atletas e os respectivos atletas-guias do paratleta.

Os recursos do bolsa-atleta poderão ser utilizados para cobrir gastos com educação, alimentação, saúde, passagens para eventos esportivos, transporte urbano e aquisição de material esportivo. Haverá uma prestação mensal dos gastos.

social aqui