01 de Dezembro de 2021 | 16:04
noticiasdiariodoms@gmail.com
-->

Warning: getimagesize(/home/diaridoms/public_html/fotos/noticias/13375_0.jpg) [function.getimagesize]: failed to open stream: No such file or directory in /home/diariodoms/public_html/inc.exibe.php on line 49
Mundo
Noticia de: 18 de Outubro de 2021 - 08:23
Fonte A - A+

Prefeitura calcula que socorro as vítimas do vendaval e reparos dos estragos vão custar R$ 350 mil

A Prefeitura de Sidrolândia calcula que o socorro às famílias que tiveram perdas com a tempestade de sexta e os reparos nas escolas e postos de saúde, vai custar aproximadamente R$ 350 mil . Nesta segunda-feira (18) será publicado no Diário Oficial o decreto da prefeita Vanda Camilo da declaração de situação de emergência. A medida garante agilidade, com dispensa do processo de licitação, na compra de material, principalmente telhas para refazer os telhados das casas de famílias em situação de vulnerabilidade social, avaliadas pela Secretaria de Assistência Social.

Cb image default
Foto: Rafael Brites

Desde sexta-feira, minutos após a passagem do vendaval, a Secretaria Municipal de Assistência Social montou uma força-tarefa de servidores que estão de plantão durante este final de semana, com telefone e WhatsApp para registrar os pedidos de ajuda. Até agora foram computados 214 pedidos de ajuda. Ainda no sábado, com a compra de 100 telhas, uma equipe de 27 servidores saiu a campo para iniciar a reposição das primeiras telhas que voaram com o vendaval.

Cb image default
Foto: Rafael Brites

A Secretaria de Infraestrutura desde sexta-feira está com equipes e maquinários no trabalho de remoção e destinação de árvores que caíram com o vendaval. Funcionários da Secretaria de Educação foram convocados para fazer uma faxina geral nos Centros Municipais de Educação Infantil. Outra equipe foi a campo para avaliar os estragos nos prédios das escolas.

O levantamento nas escolas urbanas identificou, por exemplo, na Escola Olinda Brito de Souza, danos na rede elétrica, distribuição de água, parte do muro desabou sob o peso de uma árvore que não resistiu à força do vendaval. Na Escola Natála Moraes de Oliveira, teve danos na rede elétrica, no forro e a vidraça de algumas janelas quebrou. Na Escola Pedro Aleixo será necessário substituir algumas telhas. Na Escola Domingos Alves Nantes, distrito do Quebra Coco, o vento arrancou algumas telhas.

social aqui