15 de Outubro de 2021 | 16:56
noticiasdiariodoms@gmail.com
-->

Warning: getimagesize(/home/diaridoms/public_html/fotos/noticias/13128_0.jpg) [function.getimagesize]: failed to open stream: No such file or directory in /home/diariodoms/public_html/inc.exibe.php on line 49
Policial
Noticia de: 10 de Agosto de 2021 - 15:27
Fonte A - A+

Cinco homens são presos e confessam ter estuprado e matado menina indígena ao jogá-la de penhasco, em MS

Um dos suspeitos confesso era tio da vítima. À polícia, os homens disseram ter obrigado a criança a ingerir 'pinga pura'.

Foram presos cinco homens que confessaram ter matado e estuprado uma criança indígena, de 11 anos, que foi encontrada morta na segunda-feira (9), em uma pedreira de Dourados (MS).

Com a investigação do caso, a Polícia Civil de Dourados conseguiu identificar os cinco suspeitos confessos, sendo três adolescentes e dois adultos. Um deles era tio da vítima. Os homens foram presos por estupro de vulnerável, feminicídio e homicídio qualificado.

De acordo com o depoimento, os suspeitos confessos tinham planejado levar a garota a pedreira e lá, a violentarem.

A polícia detalhou que os dois adolescentes arrastaram a vítima da casa dela para próximo do penhasco e no local obrigaram a criança "ingerir pinga pura e depois passaram a abusar sexualmente dela. Segundo eles, a todo momento a vítima gritava, pedia socorro e acabou desmaiando", detalha a polícia.

Aos investigadores, o tio da vítima teria chegado ao local do crime depois dos adolescentes. "Quando a vítima começou a recobrar a consciência, voltou a pedir socorro e disse que ia denunciar os autores e por isso eles decidiram jogá-la do penhasco para não serem descobertos", diz a nota divulgada pela polícia.


G1MS

social aqui