15 de Outubro de 2021 | 17:46
noticiasdiariodoms@gmail.com
-->

Warning: getimagesize(/home/diaridoms/public_html/fotos/noticias/12688_0.jpg) [function.getimagesize]: failed to open stream: No such file or directory in /home/diariodoms/public_html/inc.exibe.php on line 49
Saúde
Noticia de: 07 de Maio de 2021 - 18:48
Fonte A - A+

Aplicação da 2ª dose da AstraZeneca é antecipada em Campo Grande; veja quem pode receber o imunizante

Ministério da Saúde orientou para que as 27 unidades federadas utilizassem a nova remessa do imunizante na 'complementação' da vacinação.

Pessoas que receberam a primeira dose da AstraZeneca até o dia 8 de março terão a aplicação da 2ª parcela do imunizante antecipada, em Campo Grande, seguindo a orientação do Ministério da Saúde, emitida nesta sexta-feira (7). A aplicação da 2ª dose (D2) poderá acontecer neste final de semana, de acordo com o secretário municipal da Saúde, José Mauro.

A reformulação nas estratégias de imunização com a AstraZeneca surgiu depois que uma nota técnica do Ministério apontou que as novas remessas do imunizante, em específico, fossem destinadas aos estados e ao Distrito Federal para "complementação da segunda dose".

O secretário disse que a medida foi recebida com surpresa. José Mauro comentou que se a medida você cumprida com afinco, seriam 17 mil doses destinada a D2. "Fizemos as contas e destinamos 8.300 para a segunda dose e o restante, para não ficar guardado, aplicamos em primeira dose".

"Nós vamos antecipar a aplicação da segunda dose com o tempo mínimo prescrito na bula da vacina, que é de oito semanas. Então, pegamos todos que tem oito semanas a partir da data de hoje [07] e serão vacinados com a segunda dose da AstraZeneca", destacou o secretario.

José Mauro afirmou que nós próximos dias trabalhará com a antecipação da D2 em 30 dias, o que significa que a capital adotará o intervalo de oito semanas entre a aplicação da primeira dose e a D2 da AstraZeneca.

Uma preocupação maior faz com que a pasta da Saúde da capital inicie os cálculos e trabalhe com a antecipação. Só em julho, mais de 85 mil pessoas irão receber a D2 da AstraZeneca em Campo Grande, conforme diz, José Mauro: "Queremos trazer estas pessoas que devem receber a segunda dose em julho, para o fim de maio, assim, desafogando mais", afirmou.

Sobre a ampliação dos grupos contemplados para imunização contra a Covid em Campo Grande, o secretário municipal disse que poderá ter uma nova definição, caso um novo lote da Pfizer chegue nos próximos dias. "Vamos usar este novo lote para diminuir a idade das pessoas com morbidades, pois iniciamos a utilização da Pfizer neste grupo".

A Secretaria Estadual de Saúde (Ses) questionada pelo G1, disse que seguirá a nota técnica enviada pelo Ministério da Saúde e recomendará os municípios de Mato Grosso do Sul que adotem a medida preconizada pelo órgão.

g1

social aqui