19 de Setembro de 2020 | 09:29
noticiasdiariodoms@gmail.com
-->

Warning: getimagesize(/home/diaridoms/public_html/fotos/noticias/11514_0.jpg) [function.getimagesize]: failed to open stream: No such file or directory in /home/diariodoms/public_html/inc.exibe.php on line 49
Noticias
Noticia de: 11 de Agosto de 2020 - 10:12
Fonte A - A+

Após dois dias de "estabilidade" de mortes , MS volta a registrar aumento de casos por coronavírus

Dados são do consórcio de imprensa, que monitora números pelo país

Depois de estabilizar a média móvel de novas mortes, Mato Grosso do Sul voltou a registrar aumento na média de óbitos por coronavírus. Dados do Consórcio de Imprensa mostram que MS registrou um aumento de 28% na média, em comparação com dados registrados há duas semanas. Nesta semana, a média móvel foi de 14,5 mortes por dia no Estado.

A média móvel é um cálculo que leva em conta a média de mortes nos últimos 7 dias em relação à média registrada duas semanas atrás. Assim, para saber se a tendência é de aumento, redução ou estabilização, é preciso analisar a variação das médias móveis num intervalo de 14 dias. Se o percentual for de até 15%, é considerado estável. No caso de MS, a variação foi de 28%, o que demonstra uma alta nas mortes.

Nos últimos 7 dias, a média móvel foi de 14,5 mortes e 727,7 novos casos de coronavírus por dia em MS. Observar a média móvel é importante porque analisar os números do coronavírus isoladamente pode levar ao engano. Por exemplo, no dia 4 de agosto, foram registradas 11 mortes e 1.033 novos casos de coronavírus. O número assusta, mas logo no dia seguinte, foram registradas 10 mortes e 637 casos. Quem observasse estes números poderia concluir que a transmissão da doença teve enorme queda em MS.
Dados divulgados pelo boletim epidemiológico estadual já mostram que os números do coronavírus em MS variam muito ao longo da semana. No dia 4 de agosto, foram registrados 1.033 novos casos e 11 mortes por coronavírus. No dia 5 de agosto, 637 novos casos e 10 mortes. No dia 6 de agosto, foram 786 novos casos e 16 mortes. No dia 7 de agosto, foram registrados 887 novos casos e 23 mortes. Já no dia 8 de agosto, foram 719 casos e 11 mortes. No dia 9, 637 casos e 17 mortes. Por fim, na segunda-feira (10), foram 395 casos e 14 mortes.

Segundo informações do Consórcio de Imprensa, além de MS, os estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Minas Gerais, São Paulo, Amazonas, Tocantins e Bahia também apresentaram um aumento na média de mortes. No domingo (9), MS, SP, TO e BA ainda estavam com a média de mortes em estabilidade.

Até segunda-feira (10), acreditava-se que Mato Grosso do Sul poderia ter chegado ao chamado ‘platô’ da pandemia, quando os números estabilizam para enfim começarem a diminuir. Entretanto, o secretário estadual de saúde, Geraldo Resende, foi claro ao dizer que MS ainda tinha muito a melhorar.

“Ainda estamos em um patamar altíssimo, em mortes e número de novas contaminações. Precisamos tomar decisões urgentes quanto à taxa de isolamento. Não há estabilização, ainda temos uma média alta de óbitos no estado”, ressalta.

COM INFORMAÇÕES MIDIA MAX

social aqui