24 de Outubro de 2021 | 09:42
noticiasdiariodoms@gmail.com
-->

Warning: getimagesize(/home/diaridoms/public_html/fotos/noticias/11145_0.jpg) [function.getimagesize]: failed to open stream: No such file or directory in /home/diariodoms/public_html/inc.exibe.php on line 49
Rural
Noticia de: 04 de Junho de 2020 - 12:02
Fonte A - A+

Colheita do milho safrinha deve chegar a 8,2 milhões de toneladas em 2020

Lembrando que o acompanhamento e as expectativas de safra são possíveis graças ao Projeto SIGA/MS, uma parceria do Famasul, Aprosoja e Governo do Estado de Mato Grosso do Sul.

Redução na área plantada e problemas com escassez de chuvas são os principais fatores para o baixo o volume da colheita do milho prevista para este ano. A expectativa inicial de área plantada de milho para a safra 2019/2020 era de 1,97 milhão de hectares, mas hoje a área prevista é de 1,900 milhão de hectares, uma redução de 12,57%.

André Dobashi, presidente da Aprosoja atribui a redução de área, sobretudo, a redução da janela ideal para semeadura da cultura, em função do atraso do plantio da soja na safra anterior e o risco de climático indicado em janeiro de 2020, levando produtores a optar pelo plantio de outras culturas de inverno, como milheto, sorgo, feijão, pasto, trigo e até aveia.

Já quanto a produtividade, que na safra passada superou 90 sacas por hectares, este ano deve ficar em 72 sc/há, também consequência das intempéries climáticas. O volume a ser colhido nesse ano, portanto, deve ficar em 8,208 milhões de toneladas, redução de 32,48% em relação a safra passada.

Lembrando que o acompanhamento e as expectativas de safra são possíveis graças ao Projeto SIGA/MS, uma parceria do Famasul, Aprosoja e Governo do Estado de Mato Grosso do Sul.


Com informações Portal do MS

social aqui