20 de Setembro de 2020 | 23:34
noticiasdiariodoms@gmail.com
-->

Warning: getimagesize(/home/diaridoms/public_html/fotos/noticias/10930_0.jpg) [function.getimagesize]: failed to open stream: No such file or directory in /home/diariodoms/public_html/inc.exibe.php on line 49
Rural
Noticia de: 10 de Abril de 2020 - 09:45
Fonte A - A+

MS deve registrar maior safra de soja da história e produção pode chegar a mais de 11 milhões de toneladas

Conab aponta que safra deve chegar a 10,1 milhões de toneladas e Aprosoja/MS a 11,3 milhões de toneladas.

Mato Grosso do Sul deve registrar na safra 2019/2020 a maior produção de soja de sua história. Os números finais ainda não foram divulgados, apesar de a colheita ter sido concluída, mas variam de 10,1 milhões de toneladas, segundo levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgado nesta quinta-feira (9), a 11,3 milhões, de acordo com estimativa da Associação dos Produtores da oleaginosa (Aprosoja/MS), veiculada na terça-feira (7).

O recorde anterior era do ciclo 2017/2018, com 9,6 milhões de toneladas, segundo dados da Conab.

A Conab aponta que nesta temporada, a área cultivada com soja em Mato Grosso do Sul cresceu 3,4% na comparação da safra atual com a anterior, passando de 2,8 milhões de hectares para 2,9 milhões de hectares. Além disso, destaca que houve um salto na produtividade de 15,8%, de 49,6 sacas por hectare para 57,5 sacas por hectare.

Se confirmada a projeção da Conab e os números finais da produção atingirem os 10,1 milhões, o incremento frente ao ciclo anterior, 8,5 milhões de toneladas, conforme dados da própria companhia, será de 19,7%.

Já a Aprosoja/MS, na circular do Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio (SIGA), destaca um aumento maior de áreas plantada com soja no estado neste ciclo em relação ao anterior, de 2,9 milhões de hectares para 3,3 milhões de hectares, o que representa 13,7%. Entretanto, o incremento na produtividade é um pouco menor, 15,7%, com o rendimento passando de 48,1 sacas por hectare para 55,7 sacas por hectare.

Se confirmada a estimativa da associação, a produção de soja de Mato Grosso do Sul deve crescer na safra 2019/2020, 28,72% em comparação com a temporada 2018/2019, quando os produtores colheram, conforme a entidade, 8,8 milhões de toneladas.

Se fosse um país

Comparando a estimativa da Conab com o relatório do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) - de abril deste ano - que apresentou a previsão da produção global de alimentos para o ciclo 2019/2020, os dados indicam que se Mato Grosso do Sul fosse um país, seria o quinto maior produtor mundial da oleaginosa.

De acordo com a projeção do USDA, a produção sul-mato-grossense seria superada apenas pelo próprio Brasil, com 124,5 milhões de toneladas; pelos Estados Unidos, com 96,8 milhões de toneladas; pela Argentina, com 52 milhões de toneladas e pela China, com 18,1 milhões de toneladas.

O estado, ainda conforme os dados do Departamento de Agricultura norte-americano deve produzir mais soja nesta temporada que tradicionais grandes produtores mundiais, como o Paraguai, que deverá colher, conforme a estimativa, 9,9 milhões de toneladas; e a Índia, que deverá produzir 9,3 milhões de toneladas.

G1

social aqui