25 de Fevereiro de 2020 | 18:30
noticiasdiariodoms@gmail.com
-->

Warning: getimagesize(/home/diaridoms/public_html/fotos/noticias/10082_0.jpg) [function.getimagesize]: failed to open stream: No such file or directory in /home/diariodoms/public_html/inc.exibe.php on line 49
Economia
Noticia de: 14 de Outubro de 2019 - 08:13
Fonte A - A+

Acordo Mercosul-UE pode impactar economia brasileira em US$ 79 bi

O acordo comercial entre o Mercado Comum do Sul (Mercosul) e a Unio Europeia (UE), fechado no fim de junho, deve impactar a economia brasileira em US$ 79 bilhes at 2035.

A estimativa da Confederao Nacional do Comrcio de Bens, Servios e Turismo (CNC), que divulgou estudo sobre a questo, durante a 2 Conferncia de Comrcio Internacional e Servios do Mercosul (CI19), realizada na sede da entidade, no Rio de Janeiro.

Considerando a reduo de barreiras no tarifrias, o impacto pode chegar a US$ 112 bilhes no perodo, segundo a CNC. Os nmeros esto um pouco abaixo dos divulgados pelo governo brasileiro, de US$ 87,5 bilhes e US$ 125 bilhes incluindo as barreiras no tarifrias em 15 anos.

O presidente da CNC, Jos Roberto Tadros, explicou que o Brasil ocupa no momento a presidncia pro tempore (temporariamente) do Conselho de Cmaras de Comrcio do Mercosul (CCCM), e, por isso, se coloca na posio de liderar os debates sobre o acordo.

Relao de trocas

Mercado exterior comrcio, ento ns estamos inseridos neste contexto. No s na relao de trocas como tambm no que diz respeito a turismo, servios, ento esta a casa para tratar desses assuntos e das relaes internacionais, observou.  O economista da CNC Fbio Bentes, um dos responsveis pelo estudo, explica que o montante foi calculado somando-se o saldo da balana comercial, estimado em US$ 66 bilhes, com o investimento agregado, de US$ 13 bilhes, mais US$ 33 bilhes pela reduo de barreiras como as fitossanitrias, para chegar aos US$ 112 bilhes.

A gente considerou o crescimento do Brasil esperado para os prximos anos, na casa de 2%, 2,5%, e o crescimento da Europa, que um pouco menor, de 1,2%, mas dado o tamanho da economia do continente, isso tambm ajuda a potencializar o impacto positivo do acordo. Outra premissa a taxa de cmbio, entre R$ 3,80 e R$ 4 at 2024, segundo o Boletim Focus, do Banco Central, e depois reajustado pela inflao, argumentou.

Para ele, o acordo histrico e vai beneficiar exportadores, importadores e consumidores. Do ponto de vista das nossas exportaes a tendncia beneficiar o setor agroexportador. O Brasil o segundo maior exportador de produtos agropecurios para a Europa e vai passar os Estados Unidos em questo de dois ou trs anos. Do ponto de vista das importaes, ns, do comrcio e servios, se a gente tem acesso a produtos de qualidade sem barreiras tarifrias elevadas, vai importar mercadorias ou servios a um preo menor e a populao vai ter preos mais competitivos explicou o economista.

O diretor da Cmara Argentina de Comrcio e Servios, Carlos Arecco, ressaltou a importncia da abertura da Europa para os pases do Mercosul. Um mercado como a Europa, onde um quarto do Produto Interno Bruto (PIB) do mundo est em jogo, uma coisa tremendamente importante. Temos que trabalhar e acertar a letra pequena nos acordos que os governos do Mercosul e da Unio Europeia assinaram, [eles] tiveram 20 anos para fechar esse acordo. Agora, cabe a ns levar isso para a frente. Hoje, comrcio e servio so praticamente 70%, 80% dos negcios no mundo, frisou.

Tambm presente na conferncia, o ministro de Estado para o Comrcio Exterior do Lbano, Hassan Mourat, explicou que seu pas tambm espera poder aderir a esse acordo com a Europa, como j feito por outros pases rabes, alm de reforar as relaes comerciais e de amizade com o Brasil, pas que, segundo ele, abriga cerca de 12 milhes de pessoas de origem libanesa e rabe.

O Lbano est fazendo de tudo para virar uma zona franca para poder escoar toda a mercadoria que vem da Amrica Latina, servindo como um entreposto para outros pases como a China e no Oriente Mdio. Por outro lado, [pretende] reforar essa amizade que tem entre Brasil e Lbano e tambm as relaes comerciais e tursticas, afirmou

O acordo Mercosul-UE ainda precisa ser ratificado por cada um dos 32 pases que compem os dois blocos para comear a valer. As negociaes comearam em 1999.


Jd1 Notcias

social aqui